sábado, 28 de novembro de 2009

Fiz este blog há alguns anos na esperança de escrever diariamente o que quer que fosse. Eu gosto de escrever. Mas, por diversos motivos, acabei não o fazendo. São pouquíssimas postagens até o dia de hoje. Um dia desses me falaram sobre um tal de Twiter. Disseram que eu estava por fora, que todos tinham uma conta neste site, que era a melhor maneira de expor meus pensamentos na internet. Eu fiz a minha conta. E é por isso que estou retomando meus textos no blog, porque esse tal de twiter é coisa para... para... bom, não quero ofender ninguém, mas o recado está dado. Viva o blog. I´m back...







Catedral Imperial de Petrópolis. Os vitrais são primorosos, vale aqui o registro de alguns deles. Acho que é o ponto alto da visita àquela cidade. Além da beleza estonteante, a possibilidade de subir ao campanário e apreciar a vista da cidade daquele ponto é sensacional.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

26 anos de prisão

Foi condenado, em 17/02/1983, o recém-nacido Erick da Cunha Coelho Zickwolff, à prisão perpétua em si mesmo. Hoje ele completa 26 anos neste cárcere, que apenas terá fim no derradeiro dia de sua vida, seja lá quando for. O crime? Não houve. O julgamento? Ainda não aconteceu. Então como é isso? Isso é a vida. E ele nunca tentou fugir? Pelo que se saiba, nunca. Mas há os que dizem que ele já andou pensando no assunto, afinal, quem nunca pensou? Só sabemos que nas entrevistas com a psicóloga da cadeia, ele diz preferir estar enjaulado do que solto por aí. Tem medo do lado de fora, pois, não sabe como é lá, nem se lá é, de fato, algum lugar. Mas, segue cumprindo sua pena, nem sempre com um bom comportamento. Muitas vezes foi parar na solitária. Mas, isso também não o assusta. Estar assim, consigo mesmo, não é tão ruim. Só quando ele pensa na vida fora das grades. Aliás, ele evita pensar nisto, mas, acontece. Com você também, não? Afinal, como ele, você ainda está preso. Até quando? Huhauhauhauhauha. Não importa. Mas, faça o possível para que as grades fiquem bem trancadas, pelo menos até amanhã...

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Sentido

As sombras não cobrem a extensão da alma do cantador.
E as pedras no caminho, são apenas partes de um todo.
Enquanto a lágrima some nas ondas do mar.
E amar dói mais que uma dor maior.
É então que se percebe, sem se ver,
que a poesia diminui.
Tem pressa.
E finda,
assim.
Fim
.

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Pergunta do Dia

Por que é que a gente fode com tudo?

Confissão

Um dia eu pensei que poderia ser tudo o que desejasse.
Mas então, soube que era humano, como muitos outros.
Pensei também que poderia ter as coisas que quisesse.
Porém, ser humano é ser perdido.
Senti que cai numa pegadinha Divina.
E perguntei, por que não ser um inseto, ao invés de pessoa?
E uma voz me respondeu, não lembro de onde vinha, mas falou:
Meu Filho, não há tanta diferença em ser uma coisa ou outra,
de fato, a única mudança, é que você sabe que é um inseto,
mas o inseto, não sabe que é superior a um humano.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Eu sou o tempo

O passado, que se foi, ainda sou
O presente, que é agora, não é mais e ainda assim, é
O futuro, que pretendo, já foi ontem, é hoje e amanhã, um dia não será
Temporalidade
O tempo não passa
O tempo não existe
O tempo sou eu, somos nós, em nós desfeitos, em nossos defeitos
Um menino, um homem, um cadáver, EU
Quando?
Esta não é a pergunta mais importante,
talvez não haja uma pergunta importante,
ou, na verdade, o que não há é resposta
Então, por que continuar?
Bem, esta é uma boa pergunta...